A rosa do canto





Ela fica ali a esperar
O vento, a brisa, a tempestade.
Toda formosa e cheia de graça
ela fica a esperar.
As noites ela contempla as estrelas procurando 
uma luz que lhe indique um caminho a seguir.
Mais como seguir??
Se só, não pode caminhar.
E fica a esperar.
Um gentlemen, Talvez? 
Um artista nato?
Um Guri de rua?
Ou apenas alguém?
Seja lá quem for, ela fica a esperar! 
Na lua ela vê refletido a imagem de uma criatura
sem forma, sem nome, sem rumo,
Porém fascina-lhe tamanho mistério. 
Tão translúcido que lhe doem as pétalas!
E por um instante, Por um breve momento
Ela deixou de lado os espinhos que tanto ferira quem a ousasse tocar.
As raízes que lhe prendiam ali, naquele vasto e triste canto vazio.
Ela sonha como uma criança, cheia de esperança, amor e com um brilho na cor
avermelhada de suas pétalas.
Mais o instante acaba e o momento se vai 
quando a criatura com seu ar rarefeito desaparece no brilho da lua.
E a rosa com toda a sua delicadeza volta a fixar-se na terra úmida.
Com toda classe e desenvoltura volta a ter a mesma cor avermelha e pálida de antes.
E como se já não bastasse tamanho sofrimento, ela com toda calma coloca espinho por espinho em seu grosso caule.
E pela madrugada, apenas se via de longe um ponto luminoso.
Era o orvalho caindo lentamente entre suas pétalas, o que ela tanto segurou naquele momento de magia e sedução.
Mais que agora ela o deixa livre, por já não mais suportar esse peso... que é a dor de sonhar.
E continua ali no seu canto.
A esperar!


ass: Samara Santos!

3 comentários

Arlan Souza disse...

bELO TEXTO.
Ainda bem que não somos uma rosa, embora muitos de nós se portem como tal.
Podemos e devemos agir, caminhar, para assim acertar e errar.
Não quero ver a vida passar, não quero me afundar em meus sonhos e anseios, e desse modo me tornar ranzinza e rabugento.

Francorebel disse...

Texto reflexivo e cheio de sentimento... valeu!

Gabriel disse...

Quem sabe um dia, um beija-flor, dê-lhe um beijo despercebido.

Adorei o texto da rosa. Fico extremamente contente, quando vejo colegas poetas escreverem bem.

Abraço.

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger