Das vantagens de ser confuso


olhar e ver tudo torto, errado
das vantagens de ser incoerente
demente, temente, tenente, patente
das vantagens de ser repititititititivo
das vantagens de ser livre, foda-se!
das vantagens de se fingir de morto

qual peixe na feira, olho aberto, parado
das vantagens de ser totalmente louco,
pirado, sem nenhum compromisso com
nada, escravo da mente, sem consciência
celular, sem celular, sem a porra da
agenda, sem rima, sem nada,
só a loucura insana a te emoldurar

a alma
loucura - esta bela armadura
esta couraça intransponível
este colete a prova de tudo
este poema, impiedoso,
a te perfurar o coração


Nicolas Behr

Hoje é dia de Susan Boyle

_ARREPIEM-SE!!!



Susan Boyle, o dia nem tinha começado pra mim, e meus olhos ainda sensíveis a luz fitaram aquela moça de 47 anos, que pareciam ser alguns mais, desempregada, sem namorado, de pé dizendo que ia cantar.A platéia riu debochada desdenhando de sua aparência, de sua idade maior do que a maioria dos calouros, pensavam que ela era só mais uma daquelas “freaks”, que é a palavra em inglês usada para humilhar as pessoas, para chamá-las de estranhas, de aberração, de anormais.É a miopia emocional humana que ao ver aquela moça simples soltou um murmúrio de incredulidade que percorreu friamente todo o auditório .Mas quando ela cantou “I dreamed a dream” do musical “Les miserables” todos ficaram arrebatados…e eu, eu chorava muito, porque vi ali tantas, tantas pessoas, sonhadoras, tantas mulheres que merecem amar e vencer…eu vi nela o símbolo verdadeiro do que é ser um ser humano…. quando estamos falando de arte, e de sobrevivência, o ser humano pode tudo.Meu Deus como eu chorava de soluçar. Ao fim da canção eu estava até meio fora de mim, ouvi o jurado dizendo “Quando você entrou aqui, todos riram; agora ninguém mais está rindo. Estamos todos impressionados”.
Há dez anos tem como companheiro apenas seu gato “Peebles”. Nunca teve namorado, não era socialmente aceita no colégio. Caçula de uma família de nove irmãos, Susan nasceu de um parto complicado em que sofreu falta de oxigenação, deixando-a com uma grave sequela: dificuldades de aprendizado. Por conta disso, tornou-se alvo de chacotas e brincadeiras maldosas de outras crianças quando frequentava a escola. Cresceu, envelheceu e teve na música o seu único alento na vida. Porém, com problemas de auto-estima, nunca apostou em seu talento natural. Inscreveu-se, enfim, para participar do programa dois anos após a morte de Bridget, sua mãe, em 2007. Ela era fã do programa e dizia que, se um dia Susan fizesse sua inscrição no reality show, seria vencedora. Disse Boyle: “Eu nunca acreditei que era boa o suficiente. Foi só após a morte de minha mãe que tomei coragem para fazer minha inscrição. Foram tempos difíceis, sofri de depressão e ansiedade. Mas após a escuridão vem a luz. Queria que minha mãe tivesse orgulho de mim, e a única maneira de fazer isso foi correndo o risco de participar do show”
Obrigado Deus por me dar um coração sensível, e um sentimento que me acompanha desde tempos imemoriáveis no espírito, nesse momento minha alma brilha, minha alma brilha, minha alma brilha……

Obs: A história de Susan Boyle vai virar filme!.

Medo


_Estou em uma fase em que o medo
é maior do que coragem .
Já foram tantas as decepções,
as ilusões por algo que por um instante pensei ser real,
os sonhos que não sonho. Medo até de mim mesma.
Olho-me no espelho e já não me reconheço.
Cadê aquela garotinha que gostava de sorrir?
Que vivia contando piadas?
Não gosto de sair.
Não gosto de lugares cheios de pessoas que empurram daqui
empurram de lá, pisam no seu pé como se você não fosse ninguém.
Prefiro mil vezes o meu quarto!!!
Até a solidão do banheiro me faz mais feliz do que esses lugares.

_A "VIDA", essa escola que temos que frequentar todos os dias é muito rigorosa.
"Ou você obedesse as regras, os diretores "sociedade", os professores "Pais" ou tuh não passa de ano."
E ela é "IMPIEDOSA"!


* Não é medo de chorar e sim da dor que as lágrimas me causam quando caem rasgando minha face.
* Não é medo de cair e sim de que não consiga alguém para me ajudar, pois sou fraca "confesso" e sei que sozinha não vou conseguir.
* Não é medo do escuro e sim das criaturas que nele se esconde.
* Não é medo dos gritos dos inocentes, pelo contrário, medo do silêncio dos culpados ele me dá arrepios.
_É medo de amar!!

Para os ciêntistas: "O medo é um sentimento que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado"

Para mim: " O medo é uma fase. É o nome que se dá para a guerra do meu "eu" interior e o meu "eu" exterior."

E você tem medo de quê?


"Samara Santos"

Um dia frio...



_Olho pela janela e vejo que está nevando forte lá fora.
E mesmo assim as crianças não se importam e continuam brincando, jogando bolas de neve uma nas outras.
queria sair para brincar também, mas por algum motivo eu não posso, sei que não posso.
Hoje acordei esquesita como se não podesse sentir o chão em que pisava.

Ninguém veio me deixar cafá da manhã na cama.
mamãe saiu para trabalhar e nem se despediu.
O que está havendo com o mundo hoje?
é como se tivesse feito algo muito feio e estivesse de cartigo, ninguém me olha nos olhos.

Estou com medo. Por que estou com medo??
Por que está tão frio aqui dentro? as portas estão fechadas!
e a neve não pode entrar. a lareira está acesa mas não me sinto aquecida.

Voltei para o quarto, acho que ninguém gosta mais de mim, ninguém fala comigo.
Até o espelho me maltrata, vejo o reflexo de uma menina pálida e triste.
E acho que está sujo também, a imagem está embaçada, já quase não consigo enchergar minha própria imagem.

Vou pedir para Lúcia a empregada vir limpar.
Lúcia, Lúcia ... pode me ajudar por favor?
Lúcia! você está surda ou finge não me escultar?
vou puxar o babado do seu vestido se não vier.
Lúciaa??
você está chorando?
Por que está chorando??
Desculpa se gritei com você.
Não saia sem falar comigo, volte já aqui.
Responda-me algo!

Ela saiu sem nem olhar para mim.
Era como se eu não estivesse ali.
Será que estou invisivel e é por isso que ninguém fala comigo?
Será que estou morta?
é isso?
estou morta?
estou me sentindo tão fraca, por favor alguém me ajude.
Não consigo mais respirar.

_ Você agora é um anjo minha querida. ^^
_Quem está ai?
_Sou um pingo de luz, e vim buscar você.
_Um pingo de luz? como assim me buscar? não vou a canto nenhum com você, uma desconhecida.
_Você me conhece muito bem, melhor que eu mesma. Sempre estive com você criança, até hoje pela manhã.
_ Como assim? hoje pela manhã? é por isso que está tudo tão esquisito? estou morta é isto?
_Calma minha criança. Venha comigo que lhe explico pelo caminho, dei-me a mão.
_Você é quentinha. Você está me aquecendo mais do que a lareira da minha casa. Para onde está me levando?
_ Para um novo caminho. Você hoje pela manhã... acordou e ao descer pela escada caiu e bateu a cabeça. Sua mãe desesperada a levou para o hospital, mas já era tarde. Você já tinha virado uma anjinha.
_ Então foi isto? eu morri? é por isso que ninguém queria falar comigo?
_Não é que ninguém quisece falar com você meu bem, eles não podiam lhe ver.
_Mas por que então mesmo morta continuei em minha casa, vendo todo mundo, como se nada tivesse acontecido, mesmo me sentindo estranha?
_Quando uma pessoa morre, ela até então não sabe que morreu, ela tem que descobrir isso por se própria, ela tem que se achar no mundo, para que então só depois de saber de sua morte possa encontre sua luz.
Por isso não encontrou sua mãe, ela estava no hospital e Lúcia chorava por que tinha acabado de receber a noticia de sua morte. Viu? as coisas continuam da mesma forma para que o anjo possa encontrar a sua luz com mais facilidade.
_ Você é minha luz?
_Sim. E vim busca-la para seguir um novo caminho. Juntas!
_ Seu nome! Você não me disse seu nome.
_Vida! Sou sua nova vida!.



(Samara Santos)
Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger